Com sucesso garantido e comprovado mundialmente, o novo modelo de transporte por aplicativo é difícil de parar, um negócio lucrativo para quem empreende e benéfico para quem os utiliza como passageiros. De fato não há como falar de mobilidade urbana sem mencionar o aplicativo Uber que foi o precursor de todos os aplicativos de mobilidade urbana.

A Uber mudou a forma como solicitamos os serviços de transporte e expandiu-a com uma abordagem on demand. Eles criaram um aplicativo para conectar motoristas ociosos e passageiros. Os passageiros usam o aplicativo para encontrar motoristas ao seu redor, e os motoristas para encontrá-los, estabelecendo uma relação de troca de interesses mútua: a locomoção e a recompensa financeira pelo serviço.

A ideia desse aplicativo foi um boom num novo modo de mobilidade e também de negócios. Desde que foi lançado, em 2010, o app se tornou tão popular rapidamente que virou sinônimo de aplicativo de mobilidade urbana, quando alguém quer se referir a um app de transporte, logo se fala “app tipo Uber” não é verdade?

E não é por menos, graças ao Uber novas tecnologias são desenvolvidas a cada dia e novos negócios vão surgindo beneficiando a todos. Esse tipo de serviço por app nunca vai acabar, pois as necessidades de deslocamento nunca irão desaparecer, se tratando de uma solução praticamente vitalícia.

E que tal você tirar proveito deste avanço tecnológico e criar seu proprio app tipo Uber? Bem, com certeza se você está aqui é porque já pensou nisso não é verdade? Então vamos parar de “bologodório” e vamos ao que realmente interessa, que é como você pode criar seu app tipo Uber, o seu próprio aplicativo de mobilidade urbana. Abaixo você verá as formas o maneiras de criar seu próprio app de transporte e seus prós e contras.

3 FORMAS DE FAZER O APP TIPO UBER

Existem 3 principais maneiras de criar seu aplicativo tipo Uber

  1. Desenvolver o próprio app
  2. Comprar um código fonte do app
  3. Criar seu app sob forma de locação em uma plataforma.

As principais diferenças entre esses métodos estão no código a qual um você poderá utilizar como quiser o outro não, e no suporte. No entanto para todos eles existem os prós e contras, e tudo vai depender do seu projeto e/ou estratégia de negócios.

Para se ter um app de mobilidade urbana funcionando, primeiro claro tem que se ter o próprio app, segundo, uma hospedagem dedicada robusta e veloz para hospedar o sistema de forma que não trave, terceiro, profissionais para dar o suporte e manutenção ao aplicativo, e não pense que você não vai precisar de manutenção no app porque vai. Então veja como conseguir isso tudo de 3 formas.

DESENVOLVER SEU PRÓPRIO CÓDIGO FONTE

Para desenvolver seu próprio código fonte de mobilidade urbana, você tem que contratar um profissional ou uma agencia para criar o seu app de acordo com sua idéia e projeto. Este é uma maneira mais indicada para grandes empreendedores que planejam disrupturar o mercado, e por não encontrar nenhum codigo fonte já pronto que satisfaça suas necessidades, criam seu próprio app pois projetam lançar algum aplicativo inovador na área de mobilidade urbana.

Mas para isso não basta contratar um bom desenvolvedor, mas também, contratar uma boa hospedagem de forma que o app não trave, e contratar uma equipe de profissionais de T.I para dar o suporte ao aplicativo depois de pronto e lançado no mercado. Então resumindo, você terá que gastar com o desenvolvimento do app, da hospedagem e dos profissionais que farão o suporte e manutenção.

A vantagem é que você terá seu próprio código fonte e poderá fazer com ele o que quiser e como quiser, desde que você tenha conhecimentos técnicos para isso ou tenha um equipe que o tenha. O investimento é alto mas os lucros com certeza também o serão. Então se você tem os recursos e conhecimentos necessários vale a pena.

Para criar um novo código fonte, você deve pensar em investir de 100 mil a 500 mil reais dependendo do que realmente você vai querer ou com quem você vai desenvolver esse código. Claro que você poderá encontrar por aí quem te faça por menos que isso, mas tome cuidado porque o barato pode sair caro.

PRÓS: Você tem liberdade para desenvolver o app sob medida de acordo com seu gosto e necessidades, será o seu dono e não dividirá seus lucros com nenhuma empresa.

CONTRAS: Se você não dispõe de uma verba para investir se torna inviável, pois o custo é alto para o desenvolvimento, e o custo é alto para montar sua equipe que vai prestar suporte e manutenção.

COMPRAR UM CÓDIGO FONTE PRONTO

A segundo forma que escolhi para falar é comprando um código fonte de aplicativo que faça realmente aquilo que você precisa. Ao comprar o código fonte, você passar a ser o proprietário legitimo do app, desde que ele não seja pirata é claro.

Ao comprar um código fonte de um aplicativo, você obtêm a licença para usa-lo e explorá-lo em seu negócio, podendo adicionar o que quiser e puder no seu app.

Dependendo do código fonte e do que ele pode te oferecer em questão de funções e recursos, ele pode custar entre 10 a 100 mil reais.

Se você comprou ou pensa em comprar um código fonte de app tipo uber por menos de 3 mil reais, sinto muito, mas isto não é um código fonte legítimo e sim pirata, e certamente você terá muitos problemas com ele.

Verdadeiros códigos fontes de app de mobilidade funcionais custam acima de 10 mil e  claro que isso depende muito das funções e recursos que o app oferece.

Mas depois de comprar o código fonte, você terá que configurá-lo, hospeda-lo num servidor e instala-lo.  Se você possui conhecimentos técnicos para isso beleza, se não, terá que contratar um profissional para isso, e depois de instalado e funcionando terá que fazer o suporte e manutenção dele. Será que seu app vai realmente precisar de manutenção? A pergunta não é se vai e sim quando vai, pois que vai isso não há duvidas nenhuma.

Sempre há mudanças na tecnologia, principalmente nos gigantes da tecnologia que mandam e desmandam como o Google e a Apple, se eles mudam algo e seu app não for atualizado no código ele pára de funcionar, simples assim. Por isso que a manutenção e suporte é imprescindível seja qual for a maneira que você vai adquirir o seu app.

PRÓS: Você é o dono do seu aplicativo, não depende de nenhuma empresa para pedir autorização para alterá-lo e não divide seus lucros com ninguém.

CONTRAS: Se você não tem conhecimento técnico e não dispõe de dinheiro para investir na compra e na contratação de uma equipe que preste o suporte e manutenção, se torna inviável.

CRIAR SEU APP SOB FORMA DE LOCAÇÃO

Criar seu app sob forma de locação pode ser uma boa saída para quem tem uma boa idéia de negócios de mobilidade urbana mas não obtêm conhecimentos técnicos e uma grande verba para investir.

A criação na verdade nesta modalidade não é bem uma criação, uma vez que o aplicativo ou seu código já existe, e sim é uma customização do app de acordo com sua marca e cores. A empresa pega o código fonte e personaliza o app conforme a solicitação do cliente, e hospeda em seus próprios servidores, porém há limites estabelecidos no que se pode fazer ou não, dependendo da empresa ou da sua verba disponibilizada.

A empresa detentora da licença do app, cuida da customização, da plataforma, do treinamento, do suporte e manutenção do seu aplicativo, você nunca será o dono do código fonte, mas mesmo sem conhecimentos técnicos gerenciará seu app de tranporte tendo uma equipe de profissionais especializados para lhe dar suporte.

A sua preocupação não será com o suporte e manutenção, a empresa detentora do app fará isso pra você, sua unica preocupação será em captar passageiros, motoristas e em ganhar dinheiro.

Os valores para criar seu app de mobilidade urbana nesta modalidade varia de R$1500,00 à R$8 mil, dependendo claro das funções e recursos que o app ou plataforma pode oferecer, e você precisará pagar o suporte e manutenção que poderá ser mensal ou anual dependendo da empresa. O bom é que você não precisa de conhecimentos técnicos e nem de um alto investimento para começar, e poderá ir melhorando seu app de acordo com as possibilidades que a plataforma ou empresa tem a oferecer.

O grande perigo desta modalidade é quando a empresa que oferece estes serviços cobram taxas de comissão, taxas por motoristas ou impõe limites que resultam em taxas para corridas, limites para usuários ou limite de downloads, limites estes que com certeza serão ultrapassados com o tempo e taxas ou franquias que com certeza ficarão altas, podendo gerar altas faturas no final do mês. Então fique atentos as taxas extras e as letrinhas miúdas, fuja de empresas que não tem mensalidades fixas.

PRÓS: Baixo investimento, não é necessário conhecimentos técnicos, suporte e manutenção incluídos nas mensalidades, sua preocupação será somente em ganhar dinheiro.

CONTRA: Você nunca será o dono do código fonte, não poderá vender o app porque ele não é seu, e pode sair muito caro a sua conta no final do mês se não prestar atenção nas taxas ou como é cobrado as mensalidades.

Gostou das dicas? Precisa de opções para ser dono do seu próprio negocio de mobilidade urbana? Que locar um app ou comprar um código fonte? Então fale com o Mestre dos Aplicativos, agora você pode ter seu próprio app de mobilidade urbana sem precisar pagar um absurdo, sem precisar pagar por motoristas, por corridas ou qualquer outras taxas, veja nossos planos CLIQUE AQUI, ou entre em contato.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>