Este artigo tratava da geração de uma chave que ficou obsoleta, atualizamos de acordo com o Google, para isso vá para o artigo atualizado CLIQUE AQUI

Se você precisa utilizar um mapa gps num aplicativo ou website, pra que ele seja exibido no modo normal de visualização, será necessário ativar as apis do mapa. Neste artigo você aprenderá em poucos minutos, como gerar a chave API do Google maps para inserir no seu aplicativo ou website. É sugerido que esta ação seja realizada pelo proprietário do app ou website, uma vez que os dados requeridos para estes serviços sejam verdadeiros e exatamente do proprietário da aplicação e não do desenvolvedor.

Isso passou a ser obrigatório, depois que a Google alterou a política de visualização dos mapas que oferece, passando a cobrar um valor calculado conforme o número de visualizações do mapa.

De acordo com o site BBC News, a partir do dia 1º de janeiro de 2012, a Gigante de Mountain View começará a cobrar os acessos à API do Google Maps por sites com fins lucrativos. Segundo a publicação, caso excedam 25 mil utilizações, os serviços terão que pagar US$ 4 a cada mil acessos.

A restrição foi estipulada devido à alta demanda de alguns serviços, como sites de viagens, serviços que calculam tarifas de táxi e qualquer empresa que oferece a visualização da sua localização pelo Google Maps diretamente na sua página. Com o fluxo demasiado da API, o desempenho da ferramenta de localização para usuários convencionais começou a ser afetada.

Note que o número de visualizações é computado segundo cada carregamento do mapa. Ou seja, se o usuário abrir o mapa 10 vezes durante uma mesma sessão de navegação no app, serão computadas 10 visualizações do mapa para o cálculo em questão.

Por isso que é sugerido que o proprietário do app ou website gere esta chave com os seus próprios dados, pois se o desenvolvedor do app ou website utiliza a sua própria chave em todos os aplicativos ou websites que desenvolve, todas as visualizações de cada app ou site serão somadas, o que aumentará a chance deste receber uma fatura alta como surpresa no final do mês.

Mas se cada mapa de app ou website forem utilizadas chaves diferentes que são aquelas geradas pelos próprios clientes (os donos do app) as visualizações dificilmente excederão a margem das 25 mil visualizações gratuitas, e mesmo se passarem custará bem pouco.

Com isso você não correrá o risco de receber uma cobrança decorrente de um grande número de visualizações do mapa no app, que apresentará o modo de visualização padrão até atingir o limite determinado.

Importante ressaltar que, após este limite, a visualização do mapa voltará para o modo de desenvolvimento. 

Este artigo tratava da geração de uma chave que ficou obsoleta, atualizamos de acordo com o Google, para isso vá para o artigo atualizado CLIQUE AQUI

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>